Postado em 27/12/2019

Dirigir em Orlando pode ser uma tarefa muito assustadora para quem ainda está na etapa de planejamento da viagem, principalmente se for a primeira viagem internacional.

Mas hoje eu vou te explicar tudo o que você precisa saber para dirigir em Orlando e curtir muito a terra da magia!

Mulher dirigindo carro conversível

Definitivamente, Orlando é o principal destino escolhido pelos brasileiros para fazerem a primeira viagem internacional, e eu já posso adiantar que não existe forma melhor de se locomover pela cidade do que alugando um carro.

E se você ainda está com dúvidas ou com medo sobre aluguel de carro, documentação, leis de trânsito, etc, fique comigo até o final que você vai terminar esse post preparadíssimo para viajar!

Documentos necessários

Brasileiros podem dirigir em Orlando usando apenas uma CNH válida + passaporte, desde que seja no período máximo do visto de turismo.

Vale lembrar que o PID (Permissão Internacional para Dirigir) não é válido nos EUA.

Alugando um carro

Em Orlando existem dezenas de locadoras de carros disponíveis, algumas mais em conta, outras mais caras, algumas dentro do aeroporto, outras que precisam de um transfer para chegar.

Eu recomendo sempre alugar um carro em locadoras que ficam dentro do aeroporto, assim vai economizar tempo.

Outra dica importante é alugar o carro com antecedência aqui no Brasil mesmo, se deixar para alugar lá pode pagar mais caro e ainda está sujeito a disponibilidade dos veículos.

Onde alugar?

No site você pode comparar os preços das locadoras mais conhecidas tanto em Orlando, quanto em qualquer lugar do mundo, e garantir as melhores tarifas.

Qual locadora escolher?

Dizer qual é a melhor locadora de carros em Orlando é algo muito pessoal, mas eu particularmente gosto da Avis por ter um atendimento rápido, prático e honesto.

Já tive boas experiências também com a Hertz e péssimas experiências com a Alamo, onde funcionários tentaram aplicar aquele velho golpe de tentar vender seguros que ninguém precisa (vou explicar certinho no final do post).

Leis de trânsito

No geral, as leis de trânsito de Orlando são bem parecidas com as leis do Brasil.

Mas vale lembrar algumas das mais importantes:

> Lei seca: dirigir alcoolizado em Orlando é crime, se quiser beber peça um táxi ou Uber

> Cinto de segurança: assim como no Brasil, em Orlando o cinto é obrigatório para todos os passageiros do veículo

> Cadeirinhas: se estiver viajando com crianças, todas devem ser colocadas em cadeirinhas adequadas para o peso e idade.

> Direita liberada: não só em Orlando, mas em todas as cidades americanas, você pode virar a direita mesmo que um farol esteja vermelho (se não tiver nenhuma placa indicando o contrário), é só parar, olhar e se estiver livre, pode fazer a curva sem medo.

Abastecendo o carro

Nos EUA os postos de combustível são bem diferentes do que no Brasil, lá você vai precisar abastecer sozinho.

E apesar de parecer assustador, o processo é na verdade bem simples.

Para abastecer no cartão, primeiro você deve inserir o cartão na bomba, colocar o seu Zip Code/CEP (esse CEP deve ser os 5 primeiros números do seu CEP do Brasil), escolher qual tipo de combustível vai querer e pronto.

Se preferir abastecer no dinheiro, é só entrar na loja de conveniência do posto, informar quanto de dinheiro vai querer colocar e qual é o número da bomba que seu carro está estacionado.

Estacionamento

No geral, quase não existem estacionamentos pagos em Orlando, só dentro dos parques.

Mas não se esqueça de sempre conferir se o lugar onde vai estacionar é permitido, na cidade há muita fiscalização.

E FIQUE ATENTO ÀS CORES DAS GUIAS:

> Guia vermelha: proibido estacionar

> Verde: permitido estacionar por um tempo limitado (confira as placas)

> Guia branca ou amarela: somente carga e descarga

Velocidade

Apesar de placas de velocidade em todas as vias, provavelmente logo no primeiro dia dirigindo em Orlando você vai perceber que os moradores da cidade não costumam respeitar.

Na dúvida, fique na direita e se mantenha dentro da velocidade máxima permitida, você definitivamente não vai querer voltar com uma multa para o Brasil.

Pedágio

A maioria das grandes locadoras de veículos em Orlando já vem com o “Sem Parar” próprio embutido no carro.

Caso você queira, pode apenas passar nas faixas automáticas dos pedágios e o valor vai vir no seu cartão de crédito.

Normalmente para usar esse recurso é cobrada uma taxa de 4 dólares por dia que usar o pedágio, mas esse valor pode variar.

Caso não queira usar o limite do cartão com isso, tenha sempre em mãos o valor EXATO do pedágio que for usar.

A maioria das cancelas são automáticas e não devolvem troco.

GPS

Para ser sincera, eu não sou muito fã do GPS tradicional nem para dirigir no Brasil e muito menos para dirigir em Orlando ou em qualquer outro país, mas se você quiser dá para alugar um na mesma locadora que for pegar o carro, é bem baratinho.

Uma ótima opção também é comprar um chip internacional e usar o Waze (Sim, o Waze funciona perfeitamente nos EUA).

Multa

Infelizmente todos estão sujeitos a levar uma multa durante a viagem, principalmente quando as leis são tão diferentes daquelas que estamos acostumados.

Aconteceu com você?

Então veja no post a seguir como se livrar de uma multa nos EUA:

Dica importante

Lembra lá em cima quando eu comentei de um golpe de venda de seguros muito aplicado pelas locadoras de veículos? Então grave muito bem a próxima dica para não cair (como já aconteceu comigo).

Na hora da retirada do veículo, alguns funcionários de algumas locadoras costumam se aproveitar dos turistas, principalmente aqueles que não falam inglês, para dizer que é necessário contratar um seguro máximo para a proteção do veículo.

Caso a pessoa dispense, o funcionário começa a dizer que se a polícia parar, você vai ter que explicar por que não tem esse seguro e as vezes pode até ter o visto cancelado.

Acontece que isso é uma grande mentira!

Todas as locadoras já alugam o carro com o seguro mínimo exigido pelo estado da Flórida e ninguém é obrigado a pagar por um seguro mais caro para dirigir em Orlando.

Claro que seguro nunca é demais, eu particularmente costumo pegar o mais completo, mas se você não quiser, não precisa.

E não se engane, se o funcionário começar a falar em espanhol com você, fazendo ainda mais drama e falando sobre acidentes de trânsito, ele com certeza só está tentando arrancar seu dinheiro!


Agora que você já viu todas as dicas para dirigir em Orlando, chegou a hora de se preocupar com a sua saúde e segurança.

Você sabia que 1 único dia de internação nos Estados Unidos custa em média $2.330?

Não dá pra arriscar viajar sem um seguro viagem não é mesmo?

E para te ajudar a viajar protegido sem gastar muito dinheiro, o Meu Passaporte vai dar 5% de desconto para quem contratar agora clicando no banner.

É só usar o cupom: MEUPASSAPORTE5

Boa viagem!

Seguros Promo
avatar